15 de Maio de 2015 | Atualizado em 24 de Maio de 2022
Por Assessoria de Comunicação SESAPI - secsaudepi@gmail.com

Central de Transplantes capacita profissionais para a captação de órgãos

São médicos, enfermeiros e técnicos de Teresina e outros municípios do Estado.

Durante todo o mês de maio, a Central de Transplante de Órgãos da Secretaria de Estado da Saúde realiza capacitação de profissionais do Instituto Médico Legal (IML), Hospital de Urgência de Teresina (HUT), Hospital Getúlio Vargas (HGV), faculdades e da rede hospitalar em geral para a captação de órgãos.

São médicos legistas, enfermeiros e auxiliares, de Teresina e outros municípios do Estado. “É um grupo extremamente importante que nós temos para trabalhar conosco e nós gostaríamos de mostrar a importância deles dentro desse sistema de doação de órgãos e com certeza ter mais adesão nesse processo porque quanto mais gente trabalhando, mais chances de dar certo. Esse processo é uma corrente e, como tal, deve ser bem estruturada”, disse a Maria de Lourdes Veras, coordenadora da Central de Transplantes.

A coordenadora ressaltou, também, a extrema importância do envolvimento de todas as instituições que recebem emergência, como o HUT, do Serviço de Verificação de Óbitos do IML e do Hospital Getúlio Vargas e toda a rede que recebe pacientes que possam ser um potencial doador. “O empenho e competência desses profissionais são fundamentais para salvar muitas vidas, porque o banco de doadores de órgãos não se concentra apenas em Teresina, mas em todo o país por ser um cadastro nacional”, disse.

No Piauí, os órgãos mais doados são córneas, rins, fígado e coração. O estado realiza transplante de córnea e rim, em 2015 foram realizados 60 transplante de córnea e 8 de rins, além da captação de três fígados que foram enviados para outros estados.  Os outros órgãos captados são enviados ao Ceará (fígado e coração), São Paulo (coração e medula óssea) e Rio de Janeiro e Paraná (medula óssea), sendo gerenciado pela Central de Regulação nacional para transplante de órgãos, sediada em Brasília.

O próximo grupo a ser capacitado iniciará o curso no dia 20 de maio, às 18 horas no HGV. A Secretaria pretende, com esse treinamento, chegar à formação de equipes de captação de órgãos nos municípios onde existam atendimento em alta complexidade para transplante de múltiplos órgãos.

Por Samara Augusta/Rádio CCOM