08/04/2018 - 10h17
Por Assessoria de Comunicação SESAPI - secsaudepi@gmail.com

Evangelina Rosa avança em melhorias e é considerada maternidade de excelência

A maternidade é a maior do Serviço Único de Saúde e a segunda maior do nordeste

Tamanho da fonte Font minus   Font plus
Ascom Evangelina Rosa avança em melhorias e é considerada maternidade de excelência

A Maternidade Dona Evangelina Rosa, maior do estado em referência em alta complexidade, avançou em vários aspectos desde 2015. O diretor geral, Francisco Macêdo, destaca alguns desses progressos, como o crescimento no campo da pesquisa e do ensino.

“Temos valorizado mais o alunado e as universidades que têm o apoio do aprendizado, da transferência e troca de conhecimentos, do ensinamento para que o Piauí continue um grande centro médico, referência no norte e nordeste”, lembrou Macêdo.

A Evangelina Rosa é também a maior maternidade do Serviço Único de Saúde (SUS), do Ministério da Saúde, e a segunda maior do nordeste, perdendo apenas para Pernambuco. O diretor lembra ainda que a Unidade Hospitalar da Mder tem crescido com serviço da cirurgia e neurocirurgia pediátrica, o que a consolida como referência.

Destaques resultam em premiações
E como é reconhecida por ser referência no Piauí e em outros estados, a Maternidade Dona Evangelina Rosa (MDER), ao longo do ano de 2017, colecionou dezenas de títulos e destaques em nível nacional pelo trabalho desenvolvido.

O Serviço de Atendimento às Mulheres Vítimas de Violência Sexual (Samvvis) foi citado em rede nacional, no Programa Profissão Repórter, da Rede Globo, no mês de agosto de 2017. Na reportagem, o serviço da maternidade foi citado, mais uma vez, como referência em atendimento, mostrando como se dá o acolhimento às vítimas de violência no Samvvis.

A reportagem mencionou o trabalho da equipe multiprofissional desenvolvido no setor que, comparado a outras cidades brasileiras, é feito de forma ágil e humanizada. Um trabalho de tamanha eficácia que ainda acolhe mulheres de quatro estados.

O Samvvis foi criado há 13 anos e funciona como um serviço específico para atender às mulheres vítimas de violência sexual. Durante todo o serviço, atendeu mais de 500 mulheres.

Em 2018, em parceria com o Ministério da Saúde, o Samvvis servirá como piloto para a criação de outros serviços de atendimentos às mulheres em outros estados brasileiros. “A mulher vítima de agressão sexual é recebida por nossa equipe, tratada com humanidade e devolvida à sociedade em condições de ter uma vida normal.”, destacou o diretor da unidade.

Outro destaque exibido em rede nacional ocorreu em fevereiro deste ano quando o trabalho desenvolvido pela equipe do Centro Obstétrico (COS) da Maternidade Dona Evangelina Rosa foi exibido no Fantástico. O motivo: uma técnica desenvolvida com grávidas usando a dança como forma de relaxamento e alívio das dores na hora do parto, além do encaixe do bebê.

Além desses projetos que ganharam projeção nacional, o Banco de Leite Humano (BLH), que tem um serviço de excelência, foi credenciado nacionalmente com qualificação máxima da Rede Global de Bancos de Leite Humano, na categoria A, com padrão Ouro - pelo segundo ano consecutivo. O Banco de Leite da Mder foi avaliado pelo sistema de informação dos seus processos.

Instituto de Perinatologia
O Instituto de Perinatologia Social (IPS), que oferece atendimento à gestante de alto risco, mantém o único serviço de ultrassonografia 24 horas da capital. Além disso, na atual gestão, foi criado um laboratório que hoje realiza uma média de 15 mil exames/mês. São mais de 50 modalidades. Antes da instalação do laboratório, os exames eram feitos por meio de empresas privadas. “Isso gerou uma economia de mais de 80% em dinheiro, que é revertido à própria Mder”, pontuou o diretor-geral.

Melhorias
A maior maternidade pública do Piauí conta hoje com 40 leitos de UTI (10 maternos e 30 neonatal) que ajuda a reduzir a mortalidade no estado de forma considerável e dá suporte único ao paciente de alto risco no binômio mãe-bebê. Além da UTI, também foi instalada uma farmácia satélite que funciona dentro do bloco cirúrgico, agilizando, assim, a disponibilização de medicamentos.

Quantos aos gastos da instituição no último ano, já foram recuperadas receitas de cerca de R$ 500 mil. Apenas em curativos, por exemplo, foram R$ 143mil. “Passamos de 41% para 81% de conformidade ao ser incluída no projeto de recuperação dos hospitais públicos do Ministério da Saúde, dando agilidade, conforto e segurança ao paciente”, explica Macêdo, ao referir-se ao trabalho realizado em parceria com o Hospital Alemão Oswaldo Cruz (HAOC).

Novos equipamentos de última geração
Já em fevereiro deste ano, por meio do programa Renova Saúde, da Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi), a Evangelina Rosa recebeu cerca de R$ 1 milhão em equipamentos de última geração para a modernização da casa.

Esses equipamentos agilizam todos os serviços e melhoram o atendimento de forma eficaz. Um avanço na melhoria e nas condições de atendimento da Evangelina, além de uma atualização tecnológica permitindo que estejamos oferecendo serviços com equipamentos modernos. Foram adquiridas 35 bombas de infusão, 20 monitores multiparâmetro, dois aspiradores elétricos de secreção móvel, eletricocardiógrafo, coposcópio, 14 incubadoras microprocessadas para cuidados intermediários e seis aparelhos de fototerapia.

O diretor da Mder destaca ainda a importância do empenho da Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) em todos os programas e projetos.

“A Sesapi tem se empenhado em habilitar, junto ao Ministério da Saúde, serviços novos, aportando, assim, mais recursos. Macêdo adianta que, em breve, a Mder passará a ser um hospital superavitário, o que, segundo o próprio diretor, é meta do governador Wellington Dias e do secretário Florentino Neto.

Além das melhorias evidentes, existe ainda um esforço conjunto para abastecer a maternidade de insumos, materiais cirúrgicos e medicamentos, onde busca-se, com brevidade, não só o abastecimento, mas abranger um estoque mais do que suficiente para segurança do funcionamento da casa e o conforto dos pacientes.

“Este aparato, somado ao corpo de colaboradores de alto nível, faz da Mder o ponto de referência e excelência no tratamento de mães e bebês no Meio Norte do Brasil”, conclui Francisco Macêdo.

Por Astrid Lages
 


18/06/2018 as 13:18h

Municípios recebem equipamentos pelo Renova Saúde

Na solenidade, foram contemplados Marcolândia e Juazeiro. Anteriormente, 14 municípios já haviam recebidos equipamentos

18/06/2018 as 10:56h

Saúde e Ciaspi lançam programa de Ginástica laboral

Os servidores participaram de atividades nos setores

18/06/2018 as 09:10h

Instalação de 67 Unidades de Terapia Intensiva descentraliza atendimento no Piauí

Política de descentralização de leitos vem diminuindo o fluxo de pacientes que se deslocam à Teresina para receber tratamento

15/06/2018 as 13:31h

Saúde e Fazenda promovem festa junina

Arraial teve concurso de dança e muito forró

15/06/2018 as 09:47h

Piauí reduz 69,3% dos casos de dengue

Chikungunya teve redução de 90,6%

14/06/2018 as 12:47h

Evangelina Rosa aperfeiçoa serviço de refeições para conter desperdícios

Estima-se que a instituição obterá, em média, 40% de economia nos gastos com alimentação.