07/06/2018 - 10h54
Por Assessoria de Comunicação SESAPI - secsaudepi@gmail.com

UTI Neonatal 2 completa um ano e aumenta resolutividade de casos de bebês prematuros

Em um ano,  foram admitidos 226 bebês apenas nessa Unidade.

Tamanho da fonte Font minus   Font plus
Astrid Lages UTI Neonatal 2 completa um ano e aumenta resolutividade de casos de bebês prematuros

Profissionais de alta complexidade trabalhando com muito empenho, dedicação e outro fato de fundamental importância: carinho pelos bebês mães. Foi assim que o trabalho Unidade de Terapia Intensiva Neonatal (UTIN2) II marcou seu primeiro ano de funcionamento na Maternidade Dona Evangelina Rosa (MDER), maior do Estado e referência em alta complexidade. Em um ano,  foram admitidos 226 bebês apenas nessa Unidade.

Para marcar a data, foi organizada uma comemoração e a decoração, inclusive os leitos dos bebês, estava em clima de copa do mundo nas cores verde e amarelo. Várias bandeiras do Brasil forma espalhadas por todos os corredores da Maternidade.

A Unidade foi o primeiro ato da atual gestão da MDER, liderada pelo atual diretor geral Francisco Macêdo. A ampliação e colocação de equipamentos foi realizada em menos de um mês. Com a obra, a Maternidade aumentou a resolutividade na assistência neonatal, com a oferta de 64 leitos para bebês prematuros que necessitam de cuidados especiais. “Tudo isso faz parte de uma transição para a nova Maternidade. Para isso, estamos avançando na melhoria dos serviços e na assistência ao binômio mãe-bebê”, destacou Macêdo.

A enfermeira Rosemeire Muniz, responsável técnica pela UTIN II avalia que durante esse um ano de trabalho foi grandioso. “Começamos do zero. Esses dez leitos foram construídos de forma rápida, então tivemos que arregaçar as mangas para colocá-los em prática e em pleno funcionamento”, destacou, enfatizando que os novos leitos impactaram significativamente na morbimortalidade infantil. “A abertura dos leitos foi algo muito impactante para sociedade piauiense”, salientou. 

Maria do Desterro Filho, mãe do bebê Miguel, acompanha o filho que nasceu prematuro no último dia 5 de maio e está há um mês internado na Unidade. Ela relata que a criança, que nasceu com 29 semanas de gestação, pesando 1.300 kg e está se recuperando de forma animadora. “Fui atendida muito bem aqui na Evangelina desde a admissão até agora”, disse a mãe, que mora em Castelo do Piaui, localizado a 186 km de Teresina.

Desterro encontra-se na Casa da Gestante, extensão da MDER com capacidade para 20 mulheres, inclusive que estão com os filhos internados, que é seu caso. Emocionada, ela fez questão de destacar o carinho com o qual seu filho está sendo cuidado na UTIN II. “Agradeço de coração a toda a equipe por tudo”, declarou.

 

Autoria: Astrid Lages

20/06/2018 as 14:09h

Criança tem garantido tratamento para cardiopatia congênita

Todos os procedimentos foram garantidos pela Secretaria de Estado da Saúde, por meio do Tratamento Fora de Domicílio(TFD)

20/06/2018 as 13:12h

Saúde capacita profissionais para urgências cardíacas

Estão sendo capacitados profissionais que atuam nos prontos atendimentos dos hospitais da rede estadual, tanto da capital como no interior.

20/06/2018 as 10:09h

Governo realiza investimentos para melhoria da saúde em Picos

O assunto foi tema de reunião entre equipe do Estado e gestores do município.

19/06/2018 as 13:39h

HGV será exemplo de Ensino para outras unidades de saúde do Estado

O desejo é que o modelo seja replicado para todas as unidades de saúde

19/06/2018 as 12:05h

Mutirões de cirurgias atendem mais de 90 pessoas este final de semana

Cirurgias pediátricas e eletivas

18/06/2018 as 15:39h

Serviço de Atendimento às Vítimas de Violência Sexual será ampliado no Piauí

 O Savvis oferece à vítima atendimento emergencial, integral e multidisciplinar