COORDENAÇÃO DE SAÚDE DA MULHER/GAS/DUVAS

MISSÃO: Executar ações dirigidas para o atendimento global das necessidades prioritárias do grupo populacional feminino acima de 10 anos, com vistas à redução da sua morbimortalidade especialmente por causas evitáveis.

VISÃO: Ações voltadas para atenção Clínico-ginecológica; Planejamento familiar; Atenção obstétrica e neonatal qualificada e humanizada; Atenção em situação de violência domestica e sexual; Redução do câncer de colo e mama e promoção de ações voltadas para a mulher no climatério, na terceira idade, negras, indígenas, do campo e da cidade e as presidiárias.

POLÍTICA DE ATENÇÃO À SAÚDE DA MULHER

OBJETIVOS GERAIS:

  • PROMOVER A MELHORIA DAS CONDIÇÕES DE VIDA E SAÚDE
  • REDUZIR A MORBIMORTALIDADE, ESPECIALMENTE POR CAUSAS EVITÁVEIS
  • AMPLIAR, QUALIFICAR E HUMANIZAR A ATENÇÃO À SAÚDE DA MULHER NO SUS

OBJETIVOS ESPECÍFICOS

  • Ampliar e qualificar a atenção clínica ginecológica, inclusive para as portadoras da infecção pelo HIV e outras DST’s;
  • Estimular a implantação e implementação do planejamento familiar;
  • Promover a atenção obstétrica e neonatal, qualificada e humanizada, incluindo a assistência ao abortamento em condições inseguras;
  • Promover a atenção às mulheres em situação de violência doméstica e sexual;
  • Promover conjuntamente com o programa nacional de DST/AIDS, a prevenção e o controle das DST/AIDS;
  • Reduzir a morbimortalidade por câncer;
  • Implantar um modelo de atenção à saúde mental das mulheres sob o enfoque de gênero;
  • Implantar e implementar a atenção à saúde da mulher no climatério;
  • Promover a atenção à saúde da mulher na terceira idade;
  • Promover a atenção à saúde da mulher negra;
  • Promover a atenção à saúde das trabalhadoras do campo e da cidade;
  • Promover a atenção à saúde da mulher indígena;
  • Promover a atenção à saúde das mulheres em situação de prisão, incluindo ações de prevenção das DST / AIDS;
  • Fortalecer a participação e o controle social na definição e implementação das políticas de saúde da mulher.

ATRIBUIÇÕES DAS SUPERVISÕES DA COORDENAÇÃO

1- SUPERVISÃO DE MORTALIDADE MATERNA

?OBJETIVOS

  • Realizar a vigilância do Óbito Materno;
  • Monitorar a investigação dos óbitos de MIFs e maternos junto às SMS;
  • Monitorar os óbitos através do SIM/Web;
  • Consolidar as informações sobre morbimortalidade materna;
  • Produzir boletim informativo sobre mortalidade materna no Estado,
  • Monitorar os indicadores da atenção básica relativos à saúde das mulheres;
  • Supervisionar e avaliar a qualidade da atenção ao parto nas maternidades;
  • Planejar ações que possam intervir na situação encontrada;
  • Compor o Comitê de Prevenção da Mortalidade Materna.

2- SUPERVISÃO DA VIOLÊNCIA À MULHER

OBJETIVOS:

  • Realizar a vigilância dos casos de violência atendidos em todos os SAMVVIS- Serviço de Atenção às Mulheres Vítimas de Violência Sexual;
  • Monitorar os casos de violência através da notificação mensal no SINAN-NET;
  • Consolidar e divulgar mensalmente para o MS e as Instituições parceiras na Rede de Atenção, as informações sobre os casos de violência sexual no Estado;
  • Elaborar projetos e propostas para captar recursos financeiros nas várias áreas e níveis de governo, para aquisição de equipamentos, medicamentos, insumos e qualificação dos profissionais e outros;
  • Qualificar os profissionais dos serviços, para atenção as pessoas vítimas de violência sexual, no contexto da Rede de Atenção;
  • Ampliar o nº de SAMVVIS;
  • Realizar supervisão e avaliação nos SAMVVIS, semestralmente;
  • Realizar reunião trimestral com os representantes da Rede de Atenção.

3- SUPERVISÃO DE REDE DA ATENÇÃO À MULHER

OBJETIVOS:

  • Monitorar o funcionamento dos serviços de saúde e o desenvolvimento das ações destinadas às mulheres em todos os níveis de complexidade;
  • Manter articulação permanente na formação e integração de rede de atenção às mulheres:
    • Rede Atenção Oncológica
    • Rede Atenção Obstétrica
    • Rede nas Situações de Violência.
  • Apoiar à organização dos serviços de atenção as mulheres em parceria com os Serviços de Saúde de todos os níveis de complexidade e SMS, em conjunto com as Instituições que compõem a rede de atenção;
  • Avaliar a qualidade dos serviços de atenção as mulheres, propor medidas de solução e acompanhar o andamento dos processos de trabalho.
  • Propor ações de promoção à saúde das mulheres negras, trabalhadoras rurais e em situação de prisão.

4 - SUPERVISÃO PRÉ-NATAL, PARTO E PUERPÉRIO

OBJETIVOS:

  • Realizar treinamento para qualificação de recursos humanos na atenção obstétrica e no planejamento familiar;
  • Monitorar o trabalho das parteiras tradicionais;
  • Acompanhar os indicadores da atenção básica relativos à consulta de pré-natal, taxa de cesariana, sífilis congênita, abortos e óbitos maternos;
  • Monitorar o PHPN / Sisprenatal com todos os indicadores;
  • Monitorar as ações de planejamento familiar, a distribuição dos anticoncepcionais e o controle de estoque no Estado, em parceria com a farmácia;
  • Supervisionar os serviços de planejamento familiar e orientar a organização dos serviços conforme a legislação vigente;
  • Elaborar projetos para aquisição de recursos financeiros para esta área;
  • Acompanhar os indicadores de mortalidade materna, avaliando as causas, os fatores determinantes e propor medidas de intervenção

5 - SUPERVISÃO DO CÂNCER GINECOLÓGICO, MAMA e CLIMATÉRIO

OBJETIVOS:

  • Realizar treinamentos de recursos humanos na área de climatério e prevenção do câncer de colo e mama;
  • Acompanhar os indicadores da atenção básica relativos ao câncer de colo e mama;
  • Monitorar o SISCOLO e SISMAMA (importação e exportação);
  • Monitorar o Controle de Qualidade dos exames (LACEN E RAUL);
  • Monitorar o seguimento das mulheres junto as SMS;
  • Elaborar projetos para aquisição de recursos financeiros para esta área;
  • Manter articulação permanente na formação e integração da rede de atenção às mulheres:
  • - Rede Atenção Oncológica
  • Organizar os serviços de atenção às mulheres no controle do câncer de colo e mama em parceria com as SMS de todos os níveis de complexidade e SMS;
  • Consolidar os dados mensalmente e elaborar relatórios;
  • Apoiar as campanhas e outras ações dos municípios;
  • Realizar supervisão nos hospitais/municípios pólos de referência para diagnóstico secundário de câncer de colo e mama.

  • Coordenadora: Maria Auzení de Moura Fé
  • Email: mulher@saude.pi.gov.br
  • Fone: 3222-6055