05/10/2017 - 17h36
Por Assessoria de Comunicação SESAPI - secsaudepi@gmail.com

MPF apoia ponto eletrônico para médicos

Com recomendações desde 2014

Tamanho da fonte  
Jarbas Santana MPF apoia ponto eletrônico para médicos

Atendendo convocação do Ministério Público Federal, os secretários de Administração e Previdência(Seadprev), Franzé Silva, e de Saúde(Sesapi), Florentino Neto, compareceram à audiência hoje(05) com o procurador da República, Marco Túlio Caminha para discutir sobre o ponto eletrônico dos médicos do Piauí, que atuam nos hospitais da rede estadual, tanto da capital como no interior, como forma de acompanhamento da rotina dos serviços de saúde. A medida abrange a atuação de médicos e odontólogos, sendo recomendada desde o ano de 2014.

De acordo com o secretário de Administração, Franzé Silva, o ponto está sendo implantado atendendo a especificidades da categoria. "É de acordo com a realidade de cada profissional. O Estado está trabalhando no sentido de atender à população, que não pode ficar prejudicada", afirma.

A implantação do ponto eletrônico é por recomendação do Ministério Público Federal, estando em vigor na rede hospitalar. “Nos hospitais, o ponto eletrônico já está vigorando, com profissionais atendendo a essa recomendação”, afirma Florentino Neto.  

Segundo o procurador Marco Túlio, o ponto eletrônico vai ser definitivamente implantado e acompanhado. "O MPF está apoiando as secretarias nesse sentido, já que é uma praxe nacional em todos os órgãos, inclusive aqui no MPF. É um caminho sem volta".

Desde 2016, após a conclusão do primeiro recadastramento, o Governo do Estado adotou o ponto eletrônico à folha de pagamento, para controlar a frequência de todos os servidores estaduais. "O maior ganho dessa interligação dos sistemas foi a redução significativa de afastamentos e a melhoria na prestação de serviços à população", destacou Franzé Silva.

No mês de setembro passado, por determinação do secretário de Administração, começou a vigorar a instrução normativa que permite a compensação de até 30 minutos de atraso no mesmo dia da ocorrência, devendo o servidor permanecer no local de trabalho pelo tempo referente ao atraso. "É uma forma de não penalizar o servidor por causa do atraso do ônibus ou do congestionamento do trânsito. Entendemos esses imprevistos do dia a dia".

Por Eli Lopes e Graciene Nazareno


Comente!


19/02/2018 as 16:37h

Neurocirurgia em Floriano reduziu 50% das transferências para Teresina

Serviço completou um ano de implantaçãol no sul do Estado 

19/02/2018 as 12:29h

Hospital de Luzilândia inaugura ampliação do centro cirúrgico

Além de receber equipamentos do Renova Saúde é uma ambulância

18/02/2018 as 10:02h

Trabalho da Evangelina volta a ser destaque em rede nacional

Nos últimos seis meses a maior Maternidade pública do Estado já foi notícia nacional três vezes

18/02/2018 as 09:58h

Hospital de Luzilândia recebe equipamentos e autorização para iniciar licitação da reforma  

Com os novos equipamentos, o Hospital vai realizar procedimentos de alta complexidade

16/02/2018 as 15:11h

Piauí mantém redução de casos de dengue

Dados apontam redução de 34,5% dos casos

16/02/2018 as 12:39h

HGV realiza mutirão ortopédico neste sábado (17)

Os mutirões em diferentes áreas médicas já beneficiaram cerca de 3.050 pessoas.